banner_oferta_kit_marketing_combiz

Você já deve ter ouvido falar que, hoje em dia, é mais barato reter os atuais consumidores do que prospectar novos clientes, não é mesmo?
Mas, ainda que isso seja verdade, não podemos tirar inteiramente o foco de luz para a relevância da prospecção de clientes. Afinal de contas, aumentar as vendas e desenvolver o seu negócio é uma jornada trilhada pelo equilíbrio na prospecção e fidelização do público-alvo.
E, neste post, vamos analisar algumas ideias interessantes que podem ser aplicadas, em seu negócio, para prospectar clientes com mais planejamento, assertividade e, consequentemente, qualidade. Acompanhe!

1. Saiba com quem você está dialogando

A internet trouxe muitas vantagens em nosso dia a dia — e não estamos falando apenas da possibilidade em pagar contas online e evitar as filas no banco. Uma delas é a possibilidade em saber quem é o seu público-alvo. Mais: conhecer os seus hábitos de consumo.
Dessa maneira, você descobre informações significantes para interagir com ele, como:
• Os objetivos e desafios desse perfil de consumidor;
• Como alinhar as suas soluções com as necessidades do seu público-alvo;
• O tipo de informação que eles mais consomem (o que permite a concentração de suas ações nesses locais — virtuais ou não);
• A melhor abordagem e, também, a adoção do tipo de linguagem adequado a esse perfil.
Por isso, esse planejamento é essencial e se inicia a partir de uma premissa básica: quem você consegue impactar com o seu negócio.

2. Estude mais o seu mercado de atuação

Complementar ao tópico anterior, esta dica se refere mais ao seu ramo de especialização — mas sem fugir muito do alinhamento ao perfil do público-alvo (também conhecido como persona).
Afinal, entender os próprios desafios e oportunidades do setor facilita a estratégia mais adequada para prospectar clientes. E isso vai desde o momento certo para atrair o consumidor por meio de ofertas ao melhor canal de comunicação para abordar os clientes, como:
• Telefone;
• E-mail;
• Redes sociais.
Entre outros meios de abordagem. Algo, inclusive, que nos guia à dica seguinte.

3. Personalize mais as suas estratégias

Pense como um consumidor, por um instante, recorde o quanto você gosta de ser bem atendido e que um vendedor identifique, em seu perfil, a solução para as suas necessidades.
Agora, aplique esse conceito em sua empresa. Claro que não é uma tarefa fácil e, tampouco, que ganhe forma e volume da noite para o dia. Mas, ao entender o mercado em que você está inserido e o seu consumidor, fica fácil entender como impactar cada cliente.
Isso ajuda a enviar um e-mail personalizado, por exemplo, focado nas dificuldades de um determinado tipo de cliente, enquanto, ao telefone, você promove um atendimento focado nos objetivos de outro tipo de cliente.
Atender os mesmos clientes, da mesma forma, é desvalorizar a sua marca. As pessoas estão cada vez mais em busca de experiências completas. E, por isso, essa atenção em suprir a demanda do consumidor é tão valiosa quanto o produto ou serviço em si.

4. Crie um Funil de Vendas

Mais uma dica que se complementa com a anterior e se conecta às outras de maneira lógica. Afinal, como mencionamos, você pode abordar cada cliente de uma maneira única. E isso passa diretamente pela criação de um funil de vendas.
Assim, você consegue harmonizar as suas estratégias e ações em inbound e outbound marketing na medida certa, de acordo com os hábitos de consumo do seu público-alvo.
Isso resulta em mais chances de ser ouvido e compreendido. Melhor: promove a mensagem certa, para o público certo e na hora certa. Você não está apenas sendo ouvido, mas despertando o interesse do seu consumidor.
Agora, acho que você deve ter entendido um pouco mais não apenas a importância da prospecção de clientes, mas os melhores caminhos para atrair novos consumidores até você, não é mesmo?

Caso esteja em busca das melhores soluções para alcançar o seu público-alvo e interagir de maneira qualitativa com as suas dores, objetivos e necessidades, entre em contato conosco!